O ESPAÇO DANÇA ESPETÁCULOS APRESENTADOS

O Espaço Dança iniciou suas atividades em 1985,adotando por princípio atuar na educação através da arte e em particular, da dança, integrando alunos, familiares e equipe para que todos aprendam e reaprendam que são capazes de expressar - verbalizar ou atuar - conteúdos que afloram da sensibilidade, da percepção e da intimidade.
A importância de permanentemente refazer este caminho reside no fato que nas últimas décadas - e cada vez com mais força - o mundo exterior nos alveja com um bombardeio de imagens que nos impactam através do cinema, da tv, do rádio, da imprensa... Essa avalanche de imagens proveniente do mundo exterior bloqueia, desloca, substitui nossas próprias imagens internas, nossos próprios e peculiares conteúdos. Assim a imagem interior não encontra lugar, não emerge, não é estimulada. Desse modo, nesta época tecnificada e massificada, a imaginação se limita e se torna apenas reprodutora. Como poderão as crianças de hoje criar suas próprias imagens ? Imagens inclusive da realidade presente ? Como imaginam o futuro ? Qual futuro imaginam ?
Para tornar possível a existência desse mundo imaginário, para abrir espaço à criatividade, veio em 1985, o ESPAÇO DANÇA, usando o caminho de olhar para dentro para encontrar tantas respostas. Adota como ponto central em seu trabalho o estímulo à criatividade, da mais simples à mais complexa, desenvolvendo hábitos saudáveis, atitudes e habilidades.
Este objetivo ganha forma, cor e movimento nos espetáculos apresentados. Baseados em obras inéditas que contribuam na produção de conhecimento e tratem de temas dos mais variados e em sintonia com a realidade, marcaram presença as montagens de, (só para citar as mais mais recentes): Planeta Água (poluição dos oceanos), O Jardim do Mundo (a dimensão dinâmica dos impressionistas e em especial da obra de Monet), Millennium (a história da dança da caverna ao palco, de religião, passando por ato cívico, até chegar ao palco como forma de divertimento), A Roda (o processo dinâmico da criação contínua da vida que se faz através da constante mudança de um estado a outro enfocando a ordem natural quaternária: nascimento, crescimento, reprodução e morte; inclusive dissociando a idéia de morte do sentindo de fim em si mesma, e questionando o que é indestrutível nessa vida ? ) e Com Passos (os diversos estilos da dança acadêmica: clássico, moderno, neoclássico, jazz e sapateado)
Hoje, em suas próprias instalações com 350 m² construídos obedecendo o padrão técnico exigido, o Espaço Dança com seus professores e cerca de 200 alunos se firma como uma das maiores academias de S.Luis. No currículo, mais de 30 diferentes espetáculos inéditos e cinqüenta montagens entre o clássico e o contemporâneo. Mesmo distante dos grandes centros, a escola mantém-se permanentemente atualizada participando de eventos e cursos fora do Maranhão, e para "esticar" ainda mais a experiência de alunos e professores promove cursos complementares. Por lá já passaram as práticas de Lauri Macklin (USA), Virginie Souquet (França), Gerardo Chavez (Costa Rica), Nana Shineflug (USA) no contemporâneo e Flávio Sampaio (RJ) no clássico, entre outros.
Se o contemporâneo esbanja irreverência e criatividade nas apresentações do Espaço Dança, é o ballet clássico da escola russa que dá a medida da técnica utilizada em sala de aula combinando diferentes linguagens. Os coreógrafos Fábio de Mello, Dudude Hermann, Flávio Sampaio e Nana Shineflug criaram para seu grupo as peças "RITOS E DESEJOS / SUMMERTIME / PASSADO E PRESENTE EM BRANCO E PRETO"(87), "ESPECTRO"(89), "MAGNIFICAT"(92) e "FROM CHICAGO"(00). Os bailarinos da companhia Di Tre (Milão / Itália), Nora Esteves e Marcelo Misailidis já dividiram com o Espaço Dança o sucesso de algumas apresentações.
Atualmente o Espaço Dança está organizando sua agenda de cursos a serem ministrados por professores do quadro e visitantes. Está selecionando também coreógrafos interessados em manter parceria na montagem de novos trabalhos.